LIGUE (21) 3172.1756

Pequeno E-commerce: Como se destacar no meio dos Grandes?

Alguns especialistas afirmam que a falta de planejamento é um dos principais fatores que dificultam o crescimento e reduzem as margens dos e-commerces de menor porte, – e, de certo modo, acredito que tenham razão.

Porém, não podemos esquecer que, comércio é comércio, e quando comparamos negócios com os mesmos produtos vendidos, teremos sempre preços de custos diferentes para lojas on-line de diferentes portes, ou seja, conforme sua capacidade de compra.

Ora, mas, então a culpa é dos fornecedores? Claro que não! Esta política de “quem compra mais, paga menos” é válida desde o surgimento do escambo. Sendo assim, aos pequenos que querem iniciar um e-commerce, fica o alerta de que a busca frenética pelo “Menor Preço” é um erro a se seguir.

Então, qual é a saída?

Saia da linha de fogo apenas do menor preço, e, antes de pensar nas estratégias de divulgação do site, consolide três importantes alicerces para manter os preços dentro do mercado. Você não precisa ser o mais barato, mas,

também não vai querer vender produtos 20% acima do mercado, certo?!

Mantenha os Preços dentro do Mercado

1. Posicione seus preços com variações máximas de 5 a 10% acima do menor preço divulgado na internet;

2. Monitore a concorrência e as preferências de seus clientes e planeje promoções regularmente para alguns produtos com preços abaixo do mercado, isto fará com que atraia a atenção e conquiste novos clientes;

3. Por fim, lembre-se de controlar suas promoções, afinal, lucro é essencial.

Especialize-se

Procure se especializar em um nicho ou segmento de mercado específico. Geralmente as grandes redes vendem muitas linhas de produtos, o que dificulta a gestão de uma grande variedade no mix.

Se tornar especialista requer melhor entendimento das necessidades do cliente e da ampla variedade de mix possível para se criar uma identidade forte perante um determinado mercado. Imagine tirar aquele suspiro do cliente: “Puxa! Nem sabia que tinha isso para vender. Eu Quero!”

Por exemplo: Um petshop especializado em produtos e serviços para gatos. Temos várias petshops por aí, mas quantas realmente entendem tudo sobre gatos?

Mais que produtos, entregue serviço

Agregue valor ao seu negócio através de serviços e boas políticas de relacionamento e terás a chance de se destacar das tradicionais campanhas de e-mail marketing com o bom e velho “Parabéns Sr. X, você acaba de ganhar…”.

Seja criativo e busque criar vínculos de relacionamento úteis e reais com o seu cliente. Personalize esta relação ao máximo, como por exemplo, acumulando R$300,00 em compras, receba uma coleira personalizada com o nome do seu gato (a), ou, disponibilize um serviço gratuito de perfil on-line do animal para seus clientes. Ou seja, crie!

Depois de tudo pronto, quando chegar a hora de divulgar o seu e-commerce, se não tiver muitos recursos para investir ou ainda se sentir inseguro com a mecânica dos “Adds” na internet, considere participar de Marketplaces como uma boa alternativa de vendas.

Manter um pequeno e-commerce não é fácil, mas diferenciá-lo dos grandes, é possível.

Sucesso!

Por Miro Lima

Fonte: ecommercenews

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

*